Palavras que Edificam
De boas palavras meu coração está cheio, na escrita me revelo.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

SEM FINGIMENTO
Sem fingimento

Não desejo poetizar o que não sinto
Fingir ser o que não sou para me enaltecer
Usar máscaras, omitir-me a essa altura
Lamentável essa condição de ser
Se o preço da fama é a desfaçatez
Escolho anonimato, calo-me de uma vez
O silêncio é melhor do que a vanglória
Presunção conduz o homem a derrota.
Na cadência vou sussurrando os meus versos
Que se propagam lentos pelo vento
Chegam e pousam em corações sedentos
Desabrocham flores em seus pensamentos.
Ditam a única verdade que me alicerça
Refugio-me, na sombra do Onipotente
Em suas asas sou conduzida ao conhecimento
Sou Dele de corpo, alma e mente.
Elma Sales
Enviado por Elma Sales em 27/02/2018


Comentários