Palavras que Edificam
De boas palavras meu coração está cheio, na escrita me revelo.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

ARREGAÇAR A MANGAS
ARREGAÇAR A MANGAS
Um garoto vítima de violência doméstica chega a emergência de um hospital com o braço esquerdo praticamente todo queimado.  Entra no ambulatório aos prantos, segurando com o braço direito o ferido.
Uma equipe de médicos especialistas está de plantão esperando pacientes nesta situação, quando a criança entra e senta para aguardar o atendimento. Um dos médicos ,se aproxima, olha os ferimentos da criança e fala:
- Pare de chorar, você queimou apenas o braço, outros que aqui estiveram chegaram bem pior que você.
A criança continuou a chorar, batendo os pés e clamando por socorro. Outro médico chega, examina os ferimentos e diz:
_ Acalme-se garoto, vamos cuidar de seu braço.
Mas o pequeno menino chorava profundamente, soluçando em um pranto que inquietava a alma de quem passava.
O terceiro médico da sala, levantou-se, chegou bem perto do garoto e disse:
_ Chore filho! Chore alto, eu sei como está doendo o seu braço.
Dobrou lentamente a manga do jaleco e mostrou a criança profundas cicatrizes que tinha em seu antebraço.
- Levantou-se e pôs a cuidar das queimaduras cuidadosamente, enquanto falava mansamente com a criança.
Quando, eu tinha oito anos, meu pai, tocou fogo no barraco onde nós morávamos, todos morreram e eu queimei somente esta parte do meu corpo. Eu sei o quanto é a sua dor, porque um dia também senti o que está sentido agora.
O garoto começou a ouvir a história do médico, esqueceu o choro por alguns instantes.
O médico disse:
Deus nos deu lágrimas para serem derramadas, assim como foi derramado seu sangue na cruz, ele sabe o que é dor, compreende a dor de seu braço e de seu coração. Um dia também sentiu imensa dor, foi traído por um de seus amigos, seu corpo foi ferido, em sua cabeça fincaram uma coroa de espinhos, seus pés e mãos foram furadas, e o crucificaram em uma cruz. Ele suportou tudo, por amor a você e a mim. E sabe? Pediu ao seu pai, para perdoar a todos que o maltratou. Eu vou tratar a sua ferida, com o tempo ficará apenas cicatrizes, não sentirá mais dor, mas se você quiser Jesus Cristo curará a ferida de seu coração. O menino olhou para o médico e perguntou:
- Ele curou a sua?
O médico  finalizando os curativos respondeu:
_ Sim! Hoje eu sei, que ELE salvou a minha vida, me escolheu para viver como seu filho e perdoar a quem me maltratou.
O garoto já não chorava mais. Levantou-se, dirigiu-se a porta do ambulatório e antes de sair, olhou para o médico e respondeu:
_ Eu quero sim. Eu quero.


Não sejamos indiferentes a dor do próximo, elas extrapolam o físico e deixam marcas profundas na alma. Deus deu sabedoria ao homem, para cuidar das dores físicas, mas as dores da alma, somente Cristo pode removê-las. Seja aquele que apresenta a Solução para o sofredor, não cruze os braços.
Ilustrações do Amor de Deus. Elma Sales

Arregace as Mangas!
Elma Sales
Enviado por Elma Sales em 02/02/2018


Comentários